Colega propõe união entre Corretores para acabar com a diferença de preços


30.03.2006

Assunto: 40% DE DIFERENÇA DE PREÇO ENTRE GRANDES E PEQUENOS CORRETORES

Tenho notado alguns casos interessantes nas concorrências que enfrento junto a grandes corretores.
Todos os pequenos produtores já passaram pela situação de entrar em concorrência com um grande corretor e o cliente optar pela oferta desde com preços que às vezes chegam a ser 40% menores.
O pequeno corretor perde duas vezes nesses casos: 1º perde o cliente e 2º acaba perdendo a própria credibilidade. Ora, qual a impressão do cliente quando recebe uma cotação pela metade do preço ? Qual a opinião dele sobre o corretor que enviou a maior cotação pela mesma companhia ? No mínimo que este estava ganhando uma comissão astronômica ! Quando na verdade todos sabemos que não é bem assim.
Enquanto as seguradoras repassam a maior parte dos custos para a grande massa de pequenos corretores alguns poucos recebem as condições comerciais diferenciadas (e muito).
Até podemos explicar para o cliente a situação, de que por termos menor produção, não temos o preço mais competitivo (nem vamos falar de qualidade, pois a seguradora é a mesma), aí temos outro problema: o cliente no ano seguinte irá procurar diretamente um grande corretor, pois já sabe que ele tem as melhores condições, etc..etc...
A justificativa padrão das seguradoras para isso é que os grandes tem uma produção maior, mais centralizada, sem mais fácil para seguradora operar com eles..blá..blá..bla´...
Me lembra a historia do time que tinha o melhor jogador do mundo: o técnico o adorava, a diretoria o adorava, a torcida o adorava, tinha todas regalias, treinava quando queria, ganhava mais que todo resto junto, etc...mas em determinado ponto o time começou a perder todas partidas..os demais jogadores começaram a ter um desempenho pífio...Quando perguntaram ao resto do time o por que disso a resposta foi simples: - se ele é o melhor e tem direito a tudo, que jogue sozinho...
No nosso caso é bem mais difícil fazer isso com as seguradoras, porem temos uma grande esperança nas associações e cooperativas que vem surgindo nos últimos tempos. Acredito que somente através do associativismo possamos reverter essa situação vergonhosa. Nenhuma seguradora me levará a sério se eu tirar meus poucos clientes dela..porém se minha associação com 50, 60, 100 sócios fizer isso a situação será diferente.
Está na hora das seguradoras se darem conta que não adianta ter o melhor jogador se o resto do time esta pronto para abandonar a partida e deixá-la sozinha em campo.


Geison Cioato

__________________________________________________________________________

CQCS comenta: Caro Geison, é um problema realmente muito sério e constrangedor, a solução para este entrave é a união.

__________________________________________________________________________


Data: 30.03.2006
Fonte: CQCS

Nome: Geison Cioato
E-mail: cioato@gsmseguros.com.br
Cidade: CAXIAS DO SUL
Estado: RS