MERCADO SEGURADOR CRESCE 14,2%


29.12.2005

"O mercado segurador brasileiro, envolvendo os segmentos de seguros, capitalização e previdência aberta, deve fechar 2005 com uma arrecadação de, aproximadamente, 46 bilhões de reais, 14,2% a mais do que em 2004", foi o que afirmou o presidente do Sindicato das Empresas de Seguros Privados, de Capitalização e de Resseguros, no Estado do Rio Grande do Sul - Sindesergs, Miguel Junqueira Pereira.
O segmento de seguros será responsável por 32 bilhões de reais, dos quais o Rio Grande do Sul representa, cerca de, 5,5%. As indenizações pagas aos segurados alcançarão o montante de 73,9% dos prêmios, ou seja, 34 bilhões de reais.
Um ponto importante destacado por Junqueira, e que prejudica a operacionalidade da carteira de automóvel, foi a migração de uma modalidade de crime para outra. "No ano passado, as estatísticas apontavam 70% de furtos e 30% de roubos. Atualmente, com a competência da indústria automobilística em criar dispositivos de segurança, os números inverteram: 30% para furtos e 70% para roubos, se apresentando, em muitos casos, junto com o latrocínio".
As projeções para 2006 apontam uma expectativa de crescimento de 3,5% na arrecadação de prêmios, mantendo-se a sinistralidade em 73,5%.


Fonte: SEGS.COM.BR: Luciane Rocha Martins