Seguradoras começam a sentir reflexo do aumento da frota de veículos


27.05.2008

Com uma frota de mais de 15 milhões de veículos no Estado de São Paulo, as seguradoras começam a perceber o aquecimento do mercado.
O faturamento das companhias de seguros no ramo de automóveis aumentou 7% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. O estudo é do Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo (Sincor-SP).

De janeiro a março deste ano, as seguradoras faturaram mais de R$ 3 bilhões em seguros de carros. A Porto Seguro ficou no topo do ranking com 20,80% de participação no mercado, mantendo, assim, a mesma posição que ocupava no primeiro trimestre do ano passado.

Riscos em alta

Apesar do boom na venda de automóveis, que puxou o faturamento das seguradoras, o ramo que mais cresceu no primeiro trimestre deste ano para as companhias de seguros foi o de Riscos Financeiros — uma variação de 100% em relação a 2007. Para o presidente do Sincor-SP, Leoncio de Arruda, o crescimento acima da média se explica pela recente exploração a esse tipo de apólice. “É uma carteira nova no mercado, por isso, esse crescimento vai continuar. Hoje todas as empresas do setor financeiro estão usando esse tipo de seguro nas suas transações”, explica. Apesar da alta meteórica, o faturamento desse tipo de apólice ainda soma a menor fatia do bolo das seguradoras — apenas R$ 138 milhões de um mercado que, no período, faturou mais de R$ 9 bilhões. No setor de Riscos Financeiros, a liderança continua nas mãos da J. Malucelli (30,32% de participação).

No ranking geral, o crescimento foi de 8,4% em comparação com o primeiro trimestre do ano passado. A Bradesco manteve a dianteira com 12,57% de participação no mercado total, seguida da Porto Seguro com 9,91% e AIG-Unibanco com 9,65%.



Segs.com.br - Fonte ou Autoria é : THAIS RUCO
26-mai-2008