Fenacor vai adotar código de ética


14.04.2008

A Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) vai adotar um código de ética para nortear a atuação da categoria, cujo processo de adesão será voluntário. O profissional que subscrever o regulamento receberá um selo de qualidade, que, segundo o presidente da entidade, Roberto Silva Barbosa, reforçará o bom conceito que o corretor já ostenta junto ao consumidor brasileiro.

A idéia é aprovar um código de ética único, que será elaborado com base nos textos em uso nos estados que têm regras estabelecidas sobre o assunto. O trabalho de montagem do regulamento será feito por uma comissão especial criada na Fenacor. Os sindicatos da categoria poderão ainda participar com sugestões ao documento que será alinhavado pela comissão.

RITO. Pela proposta ratificada em Assembléia Extraordinária realizada em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, cada Estado terá um comitê de ética, que fará o julgamento em 1ª instancia das denúncias de irregularidades praticadas pelo corretor de sua jurisdição. Em 2ª instância, o julgamento caberá ao comitê de ética da Fenacor, a ser criado, que encaminhará o resultado à Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão que tem as condições legais para aplicar penalidades previstas na legislação.

Um dos membros dessa comissão, o presidente do Sincor-ES, Jose Rômulo da Silva, sugeriu na Assembléia que o desenho do selo de qualidade seja escolhido pela própria categoria, através de um concurso de âmbito nacional.

A adoção foi elogiada por varias lideranças presentes. O presidente do sindicato da classe em Brasília (Sincor-DF), Dorival Alves de Sousa, entende que o código de ética oferecerá maior segurança e tranqüilidade para todos os segurados. Já o presidente do Sincor-ES, Jose Rômulo da Silva, sugere que o desenho do selo de qualidade seja escolhido pela própria categoria, através de um concurso de âmbito nacional.

Fonte: IRB