“Não existe seguro grátis”, diz César Padilla, da Ouvidoria do Sincor-RS


25.09.2007


O vice-presidente de Relações com o Mercado e coordenador da Ouvidoria do Sincor-RS, César Padilla, sempre lê atentamente os anúncios de revendas de veículos. Quando encontra lá no meio a frase "seguro grátis", não tem dúvidas e solicita a presença de representante da Seguradora que está integrada na promoção para um encontro na Ouvidoria do Sindicato:

- É revoltante ver como algumas concessionárias, junto com seguradoras, usam deste artifício para vender automóveis. É uma regra escandalosa. Em primeiro lugar porque vincula a compra de um bem a outro, o que é proibido pelo Código de Defesa do Consumidor, é a venda casada. Segundo, o valor do prêmio vai embutido no preço do carro.

O problema principal é que o corretor profissional de seguros é aliado da comercialização, e isto não pode ser tolerado, afirma Padilla, que completa:

- A Ouvidoria do Sincor-RS está sempre pronta para receber denúncias deste tipo. Este é o canal do corretor e do segurado apresentar suas queixas. A Ouvidoria vai procurar resolver a questão de forma amigável. Caso contrário, o Sindicato encaminha a questão para a Susep.


--------------------------------------------------------------------------------

Notícia publicada em 24-09-2007 - Delegacia Geral